quinta-feira, maio 25, 2006

Olha que dois!!!

Pois é! Já lá vão cinco meses desde que a Dianinha viu pela primeira vez a luz do Sol e encheu (ainda mais!) de alegria o nosso recatado lar. O tempo voa e a pequena Diana cresce a bom ritmo, reconfortando, a toda a hora, pai e mãe com muitos sorrisos...
Há quem diga que a vida de casado implica muitas mudanças em relação ao tempo de namoro. A minha experiência não é essa, pois mudanças a sério (de 180º) ocorreram, sim, quando a família cresceu e me tornei pai. Aí é que muitos dos hábitos até então adquiridos mudaram por completo, visto que tudo tem girado em torno do novo rebento que chegou à família...
Nestes cinco meses, posso afirmar que a experiência de pai tem sido bastante gratificante e muito menos complicada do que alguns amigos meus previram que pudesse ser. Claro que tudo depende da forma como o casal (marido e esposa) se entendem e organizam as variadas e novas tarefas que surgem. Por exemplo, no que respeita às noites mal dormidas (uma questão que aflige muitos casais durante muito tempo) posso dizer que apenas no primeiro mês vi o meu "relógio biológico" alterar-se, dado em que a Diana acordava, pelo menos, uma vez de madrugada para mamar, o que me obrigava a levantar da cama, visto que não conseguia dormir sabendo que a pequena Diana estava acordada (isto porque durante o dia não estava com ela, pelo que queria aproveitar o máximo de tempo para estar com ela). Lembro-me que, em alguns dos dias em que tinha de acordar às 6.30H para ir trabalhar para a escola fui "obrigado" a dormir no outro quarto, sob pena de me arriscar a ter um acidente no caminho para Lamego. Mas, essas ocasiões não passaram de excepções e rapidamente, logo a partir do segundo mês, a Diana passou a dormir durante toda a noite.
Agora, a filhota já tem os seus ritmos de alimentação e sono bem definidos: acorda às 7H. para mamar, depois dorme até ao meio-dia, volta a acordar para brincar um pouco e almoçar de seguida, para depois adormecer e acordar mais tarde para a brincadeira. Mama à hora de lanche, esperando de seguida pela chegada do pai para as brincadeiras do costume. Finalmente, vai para a cozinha fazer-nos companhia ao jantar, para depois tomar uma banhoca e mamar por volta das 23H. Depois adormece e só volta a acordar às 7H. para um novo dia.
Adora passear e estar na esplanada do café com os pais, não sendo de fazer "espectáculo" de choro como acontece com muitos bebés. Enfim, tudo tem corrido pelo melhor. A mãe tem sido exemplar e o pai tem-se esforçado por não falhar em nada, não podendo apenas estar mais tempo com a filhota porque a vida de professor obriga a muitas horas passadas fora de casa.
A mãe tem um blogue onde apenas escreve sobre a Diana, para além de ter um diário onde descreve de forma pormenorizada a evolução da nossa pequenota. Dedico este pequeno texto à minha filhota, esperando que ela o possa ler daqui a uns anitos. Beijocas...

4 comentários:

Mendonça disse...

É verdade! Parece que foi ontem que li o post em que anunciavas o nascimento da Diana...
Parabéns... é o ritmo da vida e a velocidade das coisas!

Já agora respondo ao que escreveste hoje no meu blog. Um dia pediste-me para não generalizar a "preguiça" de alguns professores. Hoje peço-te que não tomes o todo pela parte no caso dos jornalistas!

lune disse...

Já passei por aí, por essas fases todas, e ter um filho muda tudo na nossa vida, mas para melhor, essa foto está linda, tanto o pai como a filha estão deliciosos, parabéns..
Jaci

Nelson Ferreira disse...

Muitos parabéns Pedro.

Já agora deixe-me dizer-lhe que a partir de Setembro vou começar a passar por tudo isso. Vem aí o meu Gonçalo.

Abraço

IsaMar disse...

Olha que dois...e de que maneira!

Cinco meses! Parabéns!

Aproveita todos esses momentos ao máximo...

bjs