quinta-feira, novembro 16, 2006

E a Educação, Sr. Presidente da República???

A primeira grande entrevista que Cavaco Silva concedeu em Portugal (já tinha dado uma em Espanha!) desde que assumiu o cargo de Presidente da República foi, na minha opinião, demasiado calculista e pouco ambiciosa. Cavaco Silva fez-me lembrar a posição do treinador de futebol que coloca a sua equipa para não perder, contentando-se com o empate.
O que mais me incomodou na entrevista foi o facto de Cavaco Silva ter colocado uma excessiva ênfase na necessidade de assumir acordos político-partidários minimamente sustentáveis a longo prazo, referindo os casos da Justiça, da Segurança Social, da Europa e da Defesa Nacional, ao mesmo tempo que, ao nível da Educação, nem uma única referência foi feita. Falou-se na prioridade que deve ser dada no combate à reduzida qualificação da população portuguesa, mas o silêncio imperou na forma de o conseguir.
Ora, uma das medidas anunciada nos últimos dias pelo Governo e que se relaciona com a facilidade com que a população adulta menos instruída poderá adquirir o certificado de equivalência ao 12º ano de escolaridade, através da simples comprovação de experiência profissional de três anos e da frequência de algumas acções de formação, deixa a clara ideia que se pretende que Portugal ascenda nas estatísticas europeias da Educação com base no facilitismo e na falta de rigor e exigência... Ou seja, os adultos que queiram ter o 12º ano já não precisarão de frequentar o ensino recorrente como acontecia até agora!
No "zapping" que fiz entre a SIC e a RTP1, houve alturas em que preferi ouvir a entrevista de Santana Lopes a Judite de Sousa. É que Santana Lopes pode ser acusado de muita coisa, mas de falta de frontalidade é que não...

5 comentários:

Anónimo disse...

Cavaco Silva transmitiu uma mensagem aos portugueses:
José Socrates fará mais uma legislatura!

aminhapele disse...

PSL também tem à perna umas figuras capazes de fazer livros editados pela Zita:Portas,Menezes,ZéBeto,etc.
Ele acabou por dizer uma coisa acertada:consolidar e estabilizar a sua profissão.
De resto,a dupla Cavaco/Sócrates é para aguentarmos.

IsaMar disse...

Olá...
Eu também vi a entrevista ...e sinceramente desiludiu-me muito a sua postura.
Esperava mais do Dr Cavaco Silva.
Enfim...

Maria disse...

Pois... o nosso presidente parece que se contenta com pouco...
Veremos... o tempo é mestre da vida.

Luisa disse...

Também me parece que este 12º ano é só para Portugal subir nas estatística da UE...