domingo, junho 25, 2006

E já passaram 6 meses!

Muitas vezes, o tempo passa sem nos darmos conta do muito pelo que já passámos (desde alegrias e euforias até angústias e desilusões) a partir do momento em que um dado acontecimento marcou de forma intensa e definitiva a nossa vida.
Neste último meio ano, a Diana preencheu todas as minhas prioridades e foi decisiva no rol de emoções e sentimentos que nortearam este período temporal. Desde o seu nascimento que muito daquilo que era importante na minha vida passou para o conjunto de aspectos que passei a considerar como acessórios para a minha realização pessoal: as idas ao cinema, a frequência nocturna e de fim-de-semana de bares, as idas a concertos rock no Coliseu de Lisboa e aos festivais de música de Verão, a prática do ciclismo ou do snoocker, a escrita diária na blogosfera e até o rigor e disciplina com que me encontrava a desenvolver a minha tese de mestrado... Enfim, desde o dia 25 de Dezembro de 2005 que a minha vida passou a ter um novo sentido.
Ser pai foi, até hoje, o acontecimento que mais felicidade me deu e continua a dar: saber que, de segunda a sexta-feira, ao chegar a casa vindo do trabalho, tenho a pequena Diana, com aquele sorriso cheio de alegria e inocência, à espera do meu colo e das minhas brincadeiras, torna-me na pessoa mais feliz do mundo. Todos os pequenos problemas materiais, que às vezes parecem enormes, tornam-se pequenos nadas ao saber que a minha filhota está bem e é feliz...
Costuma-se dizer que um homem só é homem quando plantar uma árvore, escrever um livro e se tornar pai. Não é bem assim... Depende da forma de como se exerce o papel de pai! Claro que são três situações incomparáveis, mas não há dúvida que ter a consciência que se é um bom pai torna qualquer um num verdadeiro homem. Como professor, sei bem das angústias de muitos filhos que dizem ter tido a falta de apoio dos seus pais ou daqueles que, por nunca terem tido o Amor dos seus progenitores se transformaram em indivíduos problemáticos, desvairados e sem objectivos de vida...
Ser um bom pai é das maiores responsabilidades que um homem pode ter. Não é algo que se concretize por se ter dinheiro no bolso para satisfazer os desejos dos filhos ou para pagar a alguém que cuide deles. É um compromisso que requer muito empenho, dedicação e vontade expressa. E é isso que falta a muitos pais e filhos... Espero, sinceramente, estar sempre à altura do meu maior desejo pessoal: "fazer" da Diana uma jovem que possa, quando crescida, orgulhar-se da educação que teve...

10 comentários:

Fernanda disse...

Bom dia são 10h e 30m.
Acordei e o meu pensamento foi para a minha netinha Diana e para os seus pais.
Vim ao blog e vejo o belo sorriso da Di e no texto que escreves-te e isso me faz feliz. Sei que vais ser um bom pai e tudo faràs pela Diana.
Agora Pedro já sabes o que è uma preocupação de mãe.
Este domingo vai ser especial pois vamos festejar os 6 meses da nossa querida fofinha.
Atè logo. Bjs

IsaMar disse...

Olá.
Parabéns mais uma vez pelos 6 mesinhos da Diana.
É verdade o tempo passa..e muitas coisas acontecem..uma delas é o nascimento de uma filha que modifica a vida para melhor.
Como dizes...as festas...os fins de semana...o cinema deixam de ter a importancia que tinham...e passaste a dedicar-te mais à familia. Ainda bem que assim o é.
é sinal que és bom Pai e um bom marido..preocupas-te com o bem estar em comum e lutas harmoniosamente por valores que muita gente se esquece...como a Confiança..o Afecto..Companheirismo...enfim..no fundo é saber estar com alguem e saber dar algo ...Amor.
As crianças têm no seu olhar um brilho..uma alegria que nos contagia...e elas fazem-nos esquecer um dia mau...a tristeza...
São o melhor do mundo!
Continua a dedicar-te de corpo e alma à tua familia...
Como dizes..muitos Pais não têm formação pessoal para terem um filho..aliás uma familia...è pena haver pessoas assim...mas faz parte da vida..bom e mau.
Mas o que importa é darmos sempre o nosso melhor fazer alguem feliz e isso de certeza que fazes! A Diana é uma criança cheia de Amor.

beijinhos a todos e bom domingo

Anónimo disse...

Saber ser pai é muito importante para o crescimento de um filho.
Eu posso orgulhar-me da infância que o meu me proporcionou, só tenho pena que ele nao esteja presente fisicamente; assim pude educar a minha filha com ensinamentos que nunca esquece-mos e são muito gratificantes: da-mos e recebe-mos amor. Tenho saudades da minha infância.
Beijinhos e sejam sempre muito felizes
Tia Maria do Céu

Luisa disse...

Falaste muito bem da responsabilidade de ser Pai. Mas parece-me que com uma Filha encantadora como a tua a missão será muito facilitada. As maiores feliciades para a Família inteira!

lune disse...

Aii que lindo está o teu rebento Diana, e vejo que continuas um pai extremamente babado, é verdade a vida muda totalmente quando aparece as primeiras crias, e sabe tão bem ver pedaços de nós ali..a crescer entre sorrisos e descobertas, boufff...espera que ainda vem o melhor, quando ela começar a falar é que vão ser elas..
:) e menina ainda por cima, hahahahaha, vai esperando, vai...
:)
Beijos
Jaci

contradicoes disse...

Caro amigo só para felicitá-lo a si e obviamente a sua esposa pela linda filha que têm. E pode ficar descansado como docente que é quando ela iniciar a sua actividade escolar estou crente que os problemas que se nos deparam hoje já não existirão para bem dela e de todas as crianças que iniciram essa actividade.
Um abraço do Raul

PF disse...

Parabens, aos papás! E à Dianinha!
Está lindissima! Uma boneca.
Adorei as tuas palavras, Pedro.
Revelam um amor incondicional e profundo pela tua filhinha.
Tudo de bom para ti.
Estas no lugar certo... todos os teus alunos sao privilegiados por te ter como professor.
Jinhos

Afeiticeira disse...

Ola Pedro. Antes de mais quero agradecer-te a tua visita ao meu blog.
Graças á tua visita pude encontar o teu cantinho virtual, e dar-me conta da pessoa excelente que me pareces ser.Um pai exemplar, que infelizmente está na categoria das raridades.
Adorei essa pikinita, e tenho a certeza, que com esse amor que lhe dedicas,vais ajudar a Diana,a saber o que é a felicidade, e a crescer rumo a um futuro auspicioso e equilibrado. Ambos terão com toda a certeza muitos motivos para se orgulharem um do outro.
Um grande beijinho à Diana, que ela tenha sempre a possibilidade de viver em segurança, paz, amor e felicidade, e que tu, estejas sempre por perto, para ser o farol que a guiará pela vida fora, e um porto seguro onde ela possa sempre atracar, quando sentir necessidade.
Jokas.

Carlos disse...

Linda Bébé !
Parabéns e Felicidades.
Abraço

Anónimo disse...

Excellent, love it!
»