quarta-feira, janeiro 18, 2006

Votar em Cavaco Silva: uma questão de bom-senso...

A poucos dias das eleições para o cargo de Presidente da República (PR) chegou a hora de, num último esforço, tentar alertar os eleitores que pensam ir votar no próximo domingo, mas que ainda estão indecisos... Bem sei que me poderão vir dizer que, por esta altura, já ninguém tem dúvidas em quem irá votar, mas digo-vos que, ainda hoje, no meu local de trabalho encontrei quem continue com acesas incertezas...
Ora, numa primeira análise há que ter em conta quem são os candidatos a PR e ponderar um pouco acerca das reais motivações de cada um deles. Dos seis candidatos, três deles apenas têm pretensões político-partidárias, pois sendo os líderes de partidos políticos apenas pretendem capitalizar os votos de anteriores eleições (legislativas e autárquicas). Dos restantes candidatos, um deles (Mário Soares) aparece para este acto eleitoral com o objectivo de fazer com que, palavras do próprio, um outro candidato (Cavaco Silva) seja derrotado. Deste modo, parece-me óbvio que quem entrou nestas eleições numa função pedagógica de assumir ideias próprias e avançar pela positiva, rejeitando ataques absurdos e mal-intencionados para com os demais foram Cavaco Silva e Manuel Alegre.
Chegados aqui, penso que, assumindo uma posição de bom-senso a escolha está entre estes dois candidatos, pelo que teremos que ponderar qual dos dois poderá exercer da melhor forma o cargo de PR. Cavaco Silva tem duas claras vantagens sobre o seu oponente: é conhecido e reconhecido no estrangeiro e, por outro lado, encontra-se numa situação privilegiada em termos de real conhecimento do estado actual de Portugal. Mas, o deputado socialista apresenta uma mais-valia sobre Cavaco. De facto, Alegre tem a vantagem de ser uma pessoa afável e simpática, pela qual ninguém, da esquerda à direita, tem ódios de estimação.
Ora, sabendo-se que Portugal necessita de alguém na PR que seja mais que um mero "corta-fitas" e "prestador" de homenagens, parece-me mais que óbvio que, quem pretende ir votar numa atitude de bom-senso, sem ódios e pela positiva terá em Cavaco Silva a melhor escolha a tomar. Votar em qualquer outro candidato é assumir uma posição derrotista e, inclusivamente, algo desprestigiante para o cargo de que se trata.
No próximo domingo cá estaremos para ver se o povo português é, na sua maioria, um povo de bom-senso ou não...

15 comentários:

contradicoes disse...

Oh caro amigo, fez muito bem sublinhar, uma questão de bom senso na sua óptica e de todos quantos o apoiam. Por exemplo na minha e de alguns outros eleitores
não será.

Baby disse...

Olá Pedro, obrigada pelo teu comentario, é claro que o poema é meu...Gostaste?
Estou ao teu lado nas tuas convicções políticas.
Serias perfeito se fosses do F.C.P...e não do Benfica, mas é só uma opinião!
Nice to meet you.

Pedro disse...

Pedro.

Infelizmente apoiar Cavaco Silva não está, nem estará, nos meus planos.

Mas, também, nem os outros ditos candidatos estão.

Acho que faz falta haver uma grande renovação nos nossos políticos que andam com a mania de muito criticar e pouco fazer.

Por isso, no dia 22, o meu voto será nulo.

Respeito a tua opinião, mas esta é a minha.

Pedro Pedro http://myalllife.blogspot.com

Carlos Barros disse...

bom senso??? um homen que come de boca aberta? que se lhe perguntarem quem foi o ultimo chanceler alemão não sabe, se lhe perguntarem quem é o presidente da argentina não sabe. ou qual foi o ultimo livro lançado por ggm não sabe é esse o bom senso? talvez seja já estamos na cauda da europa precisamos mesmo de um presidente a condizer.
aliás em 91 quando a irlanda apostou na educação o cavaco apostou nas autosestradas o resultado esta a vista.

Paula disse...

Carlos,

Peço que me perdoes a franqueza...mas, se pensares um pouco...o que importa ser-se muito culto se não houver uma visão? É a mesma coisa que ser cantor e não ter voz!...
Acredito que o Prof. Cavaco tem uma visão e convicção profunda de como mudar a situação económica do país.
Se ele gosta ou não de discotecas, se sabe ou não o nome do Papa... a mim não me interessa rigorosamente nada! Tal como dizem a um comercial: Tens aí os objectivos: Apresenta os resultados e não quero saber de mais nada... assim eu digo abertamente que vou apostar no Professor Cavaco Silva - respeitoso homem - e fico a aguardar pelos resultados...
Mas cada um tem direito à sua opinião.
Respeito, emboras discordado.
Um abraço e tudo de bompra ti.
Paula

daniel tecelão disse...

Dir-se-ia que estamos perante uma nefelopia aguda grave!!!

AnaCristina disse...

Confesso que concordo contigo em tudo...

Esperei ansiosamente pelo dia 20 de Outubro, finalmente aconteceu e nesse dia, o meu voto ficou decidido!

Um abraço e todos às urnas.

Zé Augusto disse...

Também eu irei votar Cavaco Silvano próximo dia 22. Considero que é aquele que dos 6 está em melhores condições (a vários níveis) para contribuir para que de uma vez por todas Portugal mude. Bem sei que não fará parte do governo, mas também não é isso que se pretende com estas eleições. Um exemplo da sua boa conduta nestas eleições o facto de não atacar ou criticar os adversários só este facto trouxe credibilidade à sua campanha, ao contrário de outros que pensam que tem o rei na barriga: "eu fiz...fui eu...eu é que mandei, e depois referem-se a outros como ele, ele não é conhecido..., ele não tem muitos conhecimentos...", enfim, uma lista interminável de exemplos, já para não falar no papel de mensageiro, qual D. Sebastião, nos estaleiros de Viana do Castelo. O povo há muito que diz PELA BOCA MORRE O PEIXE.

Luisa disse...

como só vim aqui no dia 22 - dia de reflexão - já não posso dizer se concordo contigo ou em quem vou votar ...

sousa disse...

Votar em no senhor Silva, uma questão de estupidez! Seria um melhor título.

Anónimo disse...

Alegre simpático ? Grande piada

Anónimo disse...

Qlá Carlos,
Quando aderimoos à CEE, para ir ao Porto, dizia o Solnado, perdíamos a auto-estrada em Vila Franca de Xira e só a voltávamos a encontrar no Carregado! Se não fosse o Cavaco a fazê-las, essa e outras, se calhar já nos tínhamos matado todos... Essa de comer de boca aberta é um cliché e não tem uma uma importância por aí além. O importante é comer, o que vai sendo difícil para muitos portugueses... Bye.

Anónimo disse...

PS: Quando disse Carregado, queria dizer Carvalhos. Bye

Anónimo disse...

Força Professor Cavaco

Eu. disse...

Não votei Cavaco, logo não tenho bom-senso. Não sou uma pessoa "decente", pertenço à "gentalha" de esquerda, como vocês gostam muito de dizer... :)